terça-feira, 17 de outubro de 2017

Dicas de leitura - minhas leituras mais recentes

Oi gente!
Hoje venho contar para vocês quais foram os cinco livros mais recentes que terminei de ler, eles são minhas: vigésima segunda, vigésima terceira, vigésima quarta, vigésima quinta e vigésima sexta leituras de lazer do ano! Ufa!



Vou começar com o vigésimo segundo, que foi "Procura-se um marido", da Carina Rissi. Gente, a Carina é daquelas autoras que a gente lê um livro e já se apaixona de cara, não é à toa que faz tanto sucesso aqui no Brasil e pelo mundo afora! O livro é um chick lit delicioso de ler. Adorei e super recomendo. Ele conta a história de Alicia, uma jovem rica, órfã de pai e mãe, que mora com o avô. Ela adora curtir a vida e chega a ser até inconsequente, até que um dia seu avô morre deixando um testamento que a priva de todo o luxo, até que se case. Super divertido e envolvente!

Depois dele li o conto "Meu", da Cinthia Freire. O livro faz parte da série Segredos, uma série de romances New adult, perfeita. Cinthia tem uma escrita deliciosa e uma veia dramática que nos envolve e nos faz sofrer junto com seus personagens. Conheçam a série! 

Logo em seguida li o conto "Livie e Téo", um livro super amorzinho e fofo, da linda e igualmente fofa Thais M. de Lima. Ele apesar de estar como conto, é um romance curto, com temática juvenil, bastante gostoso de ler. Conta a história de dois amigos Livie e Téo, só que o garoto é platonicamente apaixonado pela amiga, mas não tem coragem para se declarar, até que um acontecimento grave muda o rumo da história dos dois.


E os dois livros mais recentes que terminei de ler foram:

"Rainbow" da querida colega de editora Martinha Fagundes. Rainbow é um livro apaixonante! De escrita fluida, encanta pelo seu frescor. É um YA, ou seja, um livro mais voltado para adolescentes, mas que pode ser lido por pessoas de qualquer idade. Ele conta a história de Rainbow, uma garota tímida, filha de pais hippies, que se escondia do mundo e de si mesma dentro de seu casulo, mas ela aprenderá a se mostrar, se impor e principalmente a sentir, coisas que não costumava fazer, e de quebra ainda se apaixonará pelo maior gato do colégio. Fiquei encantada com a leitura e super recomendo!


E o outro foi "Apenas o nada", da também querida escritora e minha amiga Luisa Aranha. Ele também está concorrendo, como o meu "Um ano sabático", ao Segundo Prêmio Kindle de Literatura. Luisa foi corajosa ao abordar um tema muito importante que é a violência contra a mulher. O livro narra a história de Maria Rita, uma garota que foi abandonada pelo pai, perdeu a mãe para as drogas e sofreu sérios abusos durante toda a vida. Ela vence na vida, mas mesmo assim não consegue ver um sentido para continuar viva e chega a pensar em se matar. Em 24h de um dia da personagem vivemos todo seu sofrimento e angústias e torcemos por ela a cada página. Uma leitura dolorosa, mas encantadora. Vale a pena conferir!

Então era isso pessoal!
Leiam sempre!

Beijos,

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Um ano sabático

  Oi gente!
 Quero convidá-los a lerem meu novo romance, "Um ano sabático", disponível em ebook na    Amazon. 



Um ano Sabático revela muito sobre as crises e dilemas da sociedade contemporânea. Mas, ainda assim, é um romance belo e inspirador que incentiva o leitor a acreditar nos recomeços e no poder do amor verdadeiro. A obra ainda está entre os concorrentes do Prêmio Kindle de Literatura que ocorre no final de dezembro. Quem comprar e avaliar o livro na Amazon até dia 25 de outubro de 2017 poderá ganhar um Kindle! Não é o máximo?
Para participar da promoção que sorteará o Kindle basta comprar e avaliar o livro e se inscrever pelo link:


Sinopse:
Quando os sonhos de Rafaela, uma jovem fisioterapeuta, se transformam em pesadelos, ela é diagnosticada com Síndrome de Burnout. De repente, nada mais em sua vida parece fazer sentido, e na busca de si mesma e da felicidade perdida ela precisará ter coragem para recomeçar do zero.
No seu ano sabático, um tempo de descanso, aprendizado e recomeços, ela se redescobrirá, encontrando coisas que se perderam com o tempo e tentará resgatar a simplicidade dos valores importantes da vida. No meio dessa encruzilhada, que definirá o rumo do seu destino, ela conhecerá o amor verdadeiro. Tudo isso serão pilares fundamentais para sua recuperação e, quem sabe, para encontrar a verdadeira felicidade. 

Espero que gostem da leitura!

Beijos!

Renata
#amazonbr #premiokindle #livros #literatura #ebook #UmAnoSabatico

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Síndrome de Burnout #setembroamarelo #depressao #ansiedade

Olá! Sou a autora Renata R. Corrêa e hoje quero conversar com vocês sobre um assunto muito sério: a Síndrome de Burnout. Também quero fazer alguns esclarecimentos sobre minha carreira de escritora e falar do meu próximo romance "Um ano sabático" que será lançado em ebook na Amazon, dia 30 de setembro de 2017.
Em setembro celebramos o "Setembro amarelo", um mês de combate  a depressão. E não a toa escolhi este mês para lançar meu novo livro, porque ele aborda a "Síndrome de Burnout", uma doença cada dia mais comum, mas ainda pouco falada.
Vocês poderiam me perguntar: "Mas já vai lançar outro livro? O As coisas não são bem assim não acabou de ser lançado?".
Então gente, o meu romance "As coisas não são bem assim" publicado pela editora Pandorga, realmente foi lançado há pouco tempo, meados de junho deste ano. O "Um ano sabático" já estava pronto, estava passando por revisão e eu pretendia publicá-lo em dezembro, mas daí a Amazon anunciou o segundo Prêmio kindle de Literatura e como acredito que o tema do meu livro é relevante, além de a história estar linda, quis muito poder inscrevê-lo para participar do Prêmio Kindle, mas as inscrições terminam em outubro. Com a decisão de publicá-lo para concorrer ao prêmio tomada, escolhi setembro, por ser justamente este mês tão importante, quando o assunto são as doenças psiquiátricas.



A síndrome de Burnout, tema do meu novo livro, é caracterizada por um esgotamento físico e psíquico, decorrente da insatisfação com o trabalho excessivo e degradante, que gera insatisfação  também na vida pessoal e muitas vezes é acompanhada de sintomas de ansiedade e depressão. O termo Burnout vem do inglês e significa "Queimar", foi criado pelo psicanalista Herbert Freudenberger em 1974 ao diagnosticar  a doença em si mesmo e em colegas. 
Queimar... é isso que a doença faz: ela queima, destrói os sonhos da pessoa, tirando sua esperança e alegria de viver. De repente nada mais faz sentido, todas as escolhas tomadas parecem ter sido erradas e a pessoa se vê sem rumo, desanimada, cada dia mais infeliz. Profissionais da área da saúde, bombeiros, policiais, assistentes sociais, artistas, arquitetos/engenheiros, bancários, executivos, controladores de voo e jornalistas, estão mais sujeitos a ter Burnout.
Três características marcam a doença:
1- Exaustão física e emocional: dores musculares, cansaço extremo, desânimo, distúrbios do sono, solidão, raiva, impaciência, irritabilidade, mudanças bruscas de humor, sintomas depressivos como baixa auto-estima, raciocínio lento e desesperança.
2- Despersonalização ou ceticismo e distanciamento afetivo: a pessoa se torna ranzinza, irônica e negativista. E  a presença de outras pessoas se torna indesejada.
3- Baixa produtividade no trabalho: decorrente da insatisfação progressiva tanto na vida pessoal quanto profissional.
Aparentemente pouco se nota numa pessoa passando por Burnout. Mas quem a conhece bem, perceberá que ela já não é mais a mesma.
Estudos têm mostrado uma relação direta da doença com transtornos ansiosos, desenvolvimento de doenças crônicas como a fibromialgia, abuso de álcool e outras substâncias ilícitas, e até ideações e tentativas suicidas.
É uma doença grave. Precisa ser conhecida, falada, reconhecida e tratada.
Pessoas com sintomas descritos acima devem se consultar com psicólogo e psiquiatra, que poderão fazer o diagnóstico numa anamnese (entrevista clínica) e também poderão se utilizar de questionários para avaliar respostas psicométricas, baseados na Escala Likert. 
O tratamento consiste em: mudança no estilo de vida (descanço, relaxamento, descoberta de coisas que tragam alegria e entusiasmo), atividade física, psicoterapia e pode ainda ser aliado a medicações antidepressivas, ansiolíticas e medicações para dormir, geralmente prescritas por um prazo máximo de 1 ano (com redução gradual nesse tempo).
A doença geralmente é desencadeada pela busca excessiva pelo perfeccionismo, e por uma excelência muitas vezes impossível de ser alcançada. Há uma cobrança excessiva de si mesmo e um engajamento no trabalho que vai além dos limites suportáveis. O portador de Burnout mede sua auto-estima pela realização profissional.

Com a publicação de "Um ano sabático", cujo termo significa tempo de descanso para reflexão, espero ajudar muitas pessoas que estejam passando por situações semelhantes a da protagonista Rafaela, uma jovem fisioterapeuta que começa a se sentir infeliz tanto na vida pessoal, quanto profissional, até que um dia ela desmaia na clínica onde trabalha, é levada para um hospital e diagnosticada com Burnout. Na sua jornada em busca de si mesma, de sua recuperação e da felicidade perdida, ela redescobrirá antigos valores, perceberá a beleza da simplicidade da vida, voltará a fazer coisas que amava e conhecerá o amor verdadeiro. Espero que essa história seja inspiradora e desperte a esperança de que é possível recomeçar do zero  e voltar  a ser feliz.

Agradeço aqui ao psiquiatra dr Gustavo Resende Pereira, de Uberlândia-MG, que me deu esclarecimentos preciosos sobre a síndrome, tendo sido uma importante fonte de pesquisa para escrever meu novo livro.

Um abraço a todos!
Não percam o lançamento do meu novo romance "Um ano sabático" e conheçam meus outros trabalhos.
Contra todas as probabilidades (romance - publicação independente) 


Fontes para escrever este texto:

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Minha primeira Bienal #vembienal #bienalrio

Oi gente!



Estou às vésperas de participar da minha primeira Bienal do livro, e confesso que estou um pouquinho ansiosa, mas mega feliz e empolgada.
Muitas coisas lindas aconteceram em minha vida nos últimos 12 meses, dentre elas a publicação do meu primeiro livro, o "Contra todas as probabilidades", de forma independente na Amazon e depois meu livro de contos, "Amores e desamores", também um ebook independente, e recentemente o meu novo romance, "As coisas não são bem assim", lançado desta vez por uma editora conhecida, a Pandorga.
Agora estou indo para Bienal!
Olha, gente, nunca desistam daquilo que desejam, por mais difícil e improvável que seja. A maioria dos sonhos conquistamos com trabalho árduo e persistência. E parece que quando fazemos nossa parte o universo conspira  a nosso favor.
Para você que também ama escrever, mas ainda não publicou seu primeiro livro, publique! A única forma de começar é começando! E hoje com a facilidade de um autor se auto publicar lançando um ebook, não há motivos para deixar para depois. O amanhã começa agora e cabe a cada um dia nós plantar o que queremos colher!
Estou semeando feito louca e espero que os bons ventos ajudem minhas sementes a chegarem longe!
Beijos!

#vamosquevamos
#autoranacional
#escritores
#literatura
#livros
#ebook
#indie
#autoresindependentes
#escrita

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Só por hoje

Oi gente!



Faz tempo que não escrevo um texto daqueles que vêm de lá de dentro da alma, né?
Hoje acordei com vontade de escrever.
Sabem, estava pensando na vida e depois de ter quase morrido após meu parto, há cerca de 1 ano e meio, passei a enxergar tudo sobre uma nova óptica. Hoje percebo que muitas coisas para as quais costumamos dar importância, na verdade pouca importância têm. Hoje não preocupo mais se o quanto ganho é comparado ao que outros que fazem o mesmo que eu ganham ou se minha casa é tão bonita e boa quanto a de um conhecido, se meu carro é novo ou se meu celular é de última geração. Hoje em dia pouca coisa realmente importa para mim. Importa se tenho saúde, se minha família está bem, e se meus textos despertam bons sentimentos em meus leitores. O que tenho de mais valioso são meus filhos e o que me dá mais prazer é vê-los sorrindo e chamando "mamãe". Meus sonhos não são absurdos, nem caros, mesmo que ainda sejam difíceis. Sonho em ver meus livros sendo lidos cada vez por mais pessoas, e emocionando esses leitores. Sonho em ainda poder viver com saúde por muitos anos e poder ver meus filhos crescerem. Sonho com um mundo onde haja mais paz e compaixão.
Sinto-me realizada, mas mesmo assim ainda tenho minhas angústias e às vezes bate aquela insegurança e tristeza. Só por hoje, me permito senti-las e deixo que lágrimas brotem de meus olhos. Porque sei que hoje elas podem ser de desânimo e de cansaço, mas na maioria dos dias elas são de alegria pelo que conquistei, por ter me tornado quem sou e acima de tudo por estar viva.
Desejo que sejam felizes, mas que se permitam ter dias de tristeza e reflexão. Dias assim nos fazem perceber a beleza dos dias bons e de tudo de maravilhoso que temos em nossas vidas.

Um grande abraço,

Renata.

Conheçam meus livros:
As coisas não são bem assim
https://www.saraiva.com.br/as-coisas-nao-sao-bem-assim-9720700.html

Amores e desamores
https://www.amazon.com.br/Amores-desamores-Renata-R-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B06XZX99LX/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1502998371&sr=8-1&keywords=amores+e+desamores

Contra todas as probabilidades
https://www.amazon.com.br/Contra-todas-probabilidades-Renata-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B01N67646G/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1502998409&sr=1-1&keywords=contra+todas+as+probabilidades

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Assistam a reportagem sobre mim que foi ao ar no jornal Band Cidade

Oi pessoal! 
Para quem ainda não tiver assistido, aqui está o vídeo da reportagem sobre mim que foi ao ar no jornal Band Cidade, da TV Band Triangulo-MG.
Assistam! Assim poderão conhecer um pouquinho mais de mim.

Beijos,

Renata

#escritora #maedegemeos #medica #oftalmologista #literatura #romances #livros

video

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Dicas sobre escrita: pagar ou não por uma publicação? Como publicar o primeiro livro?

Oi gente!
Vou continuar com minha série de postagens sobre dicas para escritores iniciantes.



Uma pergunta que ouço com frequência é se vale a pena pagar por uma publicação e quando vale a pena.
Vamos considerar que você escreveu um livro, está com ele revisado, com a capa pronta e em dúvida sobre como publicá-lo.  Depois de ter tentado enviar seus originais para editoras tradicionais, aquelas que não cobram pela publicação e só ter recebido nãos, infelizmente levar "nãos" é algo comum para um autor ainda desconhecido, você quer dar o primeiro passo. Quer publicar seu livro para que as pessoas te conheçam, mas fica se perguntando: qual a melhor forma de fazer isso?
Vou dar uma dica preciosa! Se você ainda não tem um público leitor, ou tem um pequeno público, e tirando o valor que pagará para publicar o livro de forma compartilhada, não sobrará dinheiro para investir em divulgação, não pague pela publicação neste momento!

Existem vários tipos de publicações:

- Publicações tradicionais: que são aquelas totalmente pagas pela editora. A editora produzirá seu livro sem custos para você e o distribuirá em livrarias físicas e on line e pagará ao autor cerca de 10% do preço de capa por cada exemplar vendido. Geralmente os pagamentos são semestrais.

- As publicações sob demanda: que são aquelas em que o autor contrata uma editora para produzir seu livro, paga por isso, e recebe todos os exemplares para que venda sozinho. A editora não venderá os exemplares.

- As publicações compartilhadas: estas  são publicações feitas em uma parceria entre autor e editora. O autor paga a parte do custo de produção do livro e a editora se responsabiliza por distribui-lo em livrarias físicas e on line e pela divulgação. O autor geralmente fica com cerca de 1/3 dos livros para que possa vender sozinho, e tentar recuperar o investimento feito, e a editora fica com os outros 2/3, sobre os quais pagará ao autor 10% do preço de capa para a venda de cada exemplar.

Se seu objetivo é apenas ter o livro em mãos e vender localmente para amigos e parentes, até valerá a pena fazer uma publicação sob demanda. 
Entretanto, se seu objetivo é tornar-se conhecido e divulgar seu trabalho nacionalmente, não publique sob demanda, pois esse tipo de publicação não te dará isso! Parta então, para a publicação compartilhada. Mas a publicação compartilhada também precisa ser muito bem pensada antes, pois além de ser um investimento alto, as editoras que publicam dessa forma geralmente são pequenas ou de médio porte e não têm condições de fazer um bom trabalho de divulgação. Caberá ao autor desembolsar mais uma quantia, muitas vezes alta, para conseguir divulgar seu livro e alavancar as vendas. 
Outra coisa importante ao optar pela publicação compartilhada é verificar o trabalho da editora, revisão, qualidade do livro e como e onde distribui e vende os livros, procure conversar com autores que já publicaram por ela, procurem os autores pelo Facebook, a maioria é bastante acessível e terá prazer em responder suas perguntas. Já vi editoras que só vendem os livros no próprio site, isso é uma fator dificultador tanto para a venda, quanto para que as pessoas vejam seu livro.
Se você me disser que não tem dinheiro para pagar pela publicação e pela divulgação, parta então para a auto-publicação em formato de ebook! A Amazon tem o "Kindle Direct publishing" que é super fácil de usar! Se você já está com seu livro pronto e revisado, com a capa pronta e o dinheiro acabou, poderá inclusive fazer você mesmo uma diagramação simples em word, atentando para colocar o livro em formato de página A5, sem rodapés e cabeçalhos e inserindo "quebra de página" a cada mudança de capítulo e após título e dedicatória. Agora, se você ainda tiver uma graninha sobrando, poderá pagar por uma diagramação profissional e deixar seu livro ainda mais bonito e atraente!

Bem, pessoal, por hoje era isso! Na próxima postagem falarei sobre divulgação, uma das partes mais importantes e difíceis!

Beijos,

Renata R. Corrêa
autora dos livros:

"Contra todas as probabilidades", romance publicado em formato de ebook, de forma independente pela Amazon
https://www.amazon.com.br/Contra-todas-probabilidades-Renata-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B01N67646G/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1500034634&sr=1-1&keywords=contra+todas+as+probabilidades

"Amores e desamores", uma coletânea de 11 contos curtos publicados também de forma independente em ebook, pela Amazon.
https://www.amazon.com.br/Amores-desamores-Renata-R-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B06XZX99LX/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1500034671&sr=1-1&keywords=amores+e+desamores

"As coisas não são bem assim", romance recém-lançado pela editora Pandorga, à venda nos sites da Saraiva, Amazon e Livraria Cultura e em livrarias físicas de todo o Brasil.
https://www.amazon.com.br/Coisas-n%C3%A3o-S%C3%A3o-Bem-Assim/dp/8584422064/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1500034716&sr=8-1&keywords=as+coisas+n%C3%A3o+s%C3%A3o+bem+assim

https://www.saraiva.com.br/as-coisas-nao-sao-bem-assim-9720700.html

#livros #escrever #comocomeçaraescrever #dicasdeescrita #vidadeescritora #comopublicarumlivro

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Dicas sobre escrita: como começar uma carreira de escritor(a)? Como publicar o primeiro livro?

Oi pessoal!
Faz tempo que eu não postava por aqui, mas é que com o lançamento do meu novo romance, "As coisas não são bem assim", minha vida se tornou uma correria danada, isso porque ainda trabalho fora o dia todo (sou médica oftalmologista), tenho dois filhos pequenos, estou revisando um outro romance inédito e escrevendo mais um! Haja tempo e disposição para conseguir fazer isso tudo! Hehehe.



Bem, estou pensando em fazer algumas postagens dando dicas para quem quer escrever e não sabe o que fazer ou para quem escreveu um livro e está cheio de dúvidas sobre como publicar. Eu também já passei por isso e não é nada fácil! Lembro que no início de minha carreira, que já faz três anos, eu adorava ler textos sobre dicas e elas me ajudaram bastante.
Comecei, como muita gente nos dias atuais, publicando no Wattpad, foi uma experiência incrível, mas eu sabia que precisava me profissionalizar. Na época publiquei meu livro, meu primeiro romance, "Contra todas as probabilidades", do jeito que escrevi, sem revisão, sem uma capa profissional, sem saber direito o que fazer. E minha primeira dica é justamente para não fazerem isso! Vocês podem ficar pensando que vão gastar dinheiro com essas coisas e não vão ter retorno, mas um livro bem escrito, sem erros de português, e com uma capa bonita e profissional, irá atrair logo de cara muito mais leitores, então é um investimento que valerá a pena! Existem revisores de textos profissionais que só trabalham com isso, mas vocês podem pedir ajuda para um professor de redação ou português, que talvez não lhes cobre por isso. 
Vamos começar pelo começo!

Vocês poderiam me perguntar:
1- "Renata, adoro escrever, mas não sei como começar, o quê fazer?"
Minha primeira dica é: tenha em mente objetivos e um "esqueleto" de sua história. Uma boa forma de fazer isso é pegar um caderno, agenda ou algo parecido e escrever, (isso mesmo que leu, escrever a mão!) um resuminho de sua história. Coloque os nomes dos personagens e suas características físicas e psicológicas, onde moram, o que fazem e o que acontecerá com cada um na história (de forma bem sucinta), pense em um título e já anote também. Pense para quem gostaria de escrever (homens, mulheres, idade, essas coisas). Defina o gênero de seu livro: romance, ficção científica, aventura, suspense, fantasia, o que for. Só depois comece a escrever no computador e não desista!

2- "Comecei a escrever e não consigo continuar, o que eu faço?"
Olha, não vejo outra forma que não seja exatamente insistir e continuar. Por mais que se sinta desanimado(a), escreva um pouquinho todos os dias, nem que seja uma página! Se a inspiração sumiu, assista a filmes, ouça músicas e releia livros que gostou, coisas para te trazer de volta a motivação para continuar!

3- "Terminei meu livro, e agora?"
Peça para alguém ler e não fique chateado com as críticas, elas lhe ajudarão a tornar sua história melhor! Peça opiniões sinceras!

4- "Já dei meu livro para algumas pessoas lerem e já fiz algumas alterações, e agora?"
Envie seu livro para revisão, como falei anteriormente, e não esqueça de registrá-lo na Biblioteca Nacional, é super fácil e custa baratinho!

5- "Por que registrar minha obra?"
O registro garante seus direitos autorais. 

6- "O livro já foi registrado e revisado, qual o próximo passo?"
Encomendar uma capa profissional! Se você for muito bom em photoshop, pode fazer você mesmo, mas se assegure de usar uma imagem gratuita, de domínio público, uma ótima dica é o site Pixabay!

7- "Tudo pronto, onde publicar?"
Se você ainda está inseguro e não tem muitos leitores, publique no Wattpad, é uma plataforma ótima e você poderá interagir com os leitores e ter um feedback a respeito de sua história de forma muito gostosa e divertida. A interação no Wattpad é ótima! Mas você também pode optar por publicar na Amazon. A publicação é fácil de ser feita e dá para você mesmo diagramar seu livro em Word, caso não tenha condições de pagar pela diagramação.

8- "Publiquei, e agora?"
Divulgue! Divulgue seu trabalho nas suas redes sociais e nos grupos de leitores do Facebook, aos poucos as pessoas vão te conhecendo e se gostarem de sua história, indicarão para outras pessoas, e nada como o boca a boca! Faça parcerias com blogues literários e seja sempre cordial e simpático com leitores e outros autores. Garanto que valerá a pena!

Bem, espero que tenham gostado, em breve postarei mais dicas!
Beijos!

Renata R. Corrêa
autora dos romances "Contra todas as probabilidades" (publicação independente na Amazon) e "As coisas não são bem assim" (lançamento pela editora Pandorga), e do livro de contos "Amores e desamores" (publicação independente na Amazon).

#dicadeescrita #livros #comoescreverumlivro

https://www.amazon.com.br/Contra-todas-probabilidades-Renata-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B01N67646G/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1499133890&sr=1-1&keywords=contra+todas+as+probabilidades

https://www.amazon.com.br/Coisas-n%C3%A3o-S%C3%A3o-Bem-Assim/dp/8584422064/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1499133929&sr=1-1&keywords=as+coisas+n%C3%A3o+s%C3%A3o+bem+assim

https://www.amazon.com.br/Amores-desamores-Renata-R-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B06XZX99LX/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1499133956&sr=1-1&keywords=amores+e+desamores

terça-feira, 13 de junho de 2017

A vida é feita de sonhos, mas nem sempre eles se realizam

"A vida é feita de sonhos, mas nem sempre eles se realizam".




Esta triste reflexão é uma frase da minha personagem Clarice, de "As coisas não são bem assim", que vê seu mundo desabar após a morte de seu grande amor. Mas às vezes o destinho tem planos para curar um coração partido, é preciso estar aberto e ter coragem para tentar reconstruir a vida e quem sabe ter uma nova chance de voltar a ser feliz.
Conheçam esta linda história sobre segundas chances.
Aproveitem o preço promocional de pré-venda no site da Saraiva

terça-feira, 30 de maio de 2017

As coisas não são bem assim - lançamento pela editora Pandorga

Oi gente! Como estão? É com uma imensa alegria e o coração transbordando de entusiasmo, esperança e amor, que anuncio o lançamento do meu terceiro livro, meu segundo romance, "As coisas não são bem assim", publicado pela Editora Pandorga, em pré-venda na Saraiva por um preço promocional, apenas R$23,90.



Sinopse: 

         Clarice, uma jovem estudante de medicina, perde seu namorado, que acreditava ser o grande amor de sua vida, às vésperas da formatura, após sofrem um grave acidente de carro. Morre com Guilherme um pouco da alegria de viver de Clarice, da sua esperança e do seu futuro.
           Depois de mais de um ano do falecimento do seu amado, o destino coloca na vida de Clarice, Henrique, um jovem advogado viúvo e pai da Duda, uma linda menininha loira, muito esperta e amorosa. Envolvidos por um amor sincero, terão que enfrentar grandes dificuldades e um sofrimento inesperado.

           É uma bonita e delicada história sobre recomeços, fé, esperança e sobre o poder do amor. 

Esta história é muito especial para mim, porque se passa em minha cidade, Uberlândia-MG, porque assim como eu, a protagonista é médica, e porque é de uma delicadeza que me tocou a alma. Acredito que as histórias que surgem nas mentes de nós escritores nos são dadas de presente. Cabe a nós reconhecê-las e escrevê-las.
Clarice Lispector, cuja escrita tanto admiro e amo, em A hora da estrela diz "Ainda bem que o que eu vou escrever já deve estar na certa de algum modo escrito em mim. Tenho é que me copiar com uma delicadeza de borboleta branca". Acho essa frase perfeita! E espero continuar me copiando com a delicadeza de borboleta branca e encantando o coração de vocês!

Beijos

Renata R. Corrêa

link para comprar o livro

#livronovo #lancamento #livro #romance #drama #editorapandorga #ascoisasnaosaobemassim #literatura 


quarta-feira, 24 de maio de 2017

Quem somos

Oi pessoal! Como estão? Será que somos quem gostaríamos de ser? Até que ponto o ser humano  de mudar?





Podemos mudar de roupa, de endereço, de amor, o corte e a cor do cabelo. Podemos mudar de atitude, de opinião. Mas será que podemos mudar a essência de quem somos? Acredito que não! O caráter e a personalidade são marcas registradas de quem somos, imutáveis. Claro que acredito que as pessoas possam melhorar seu "gênio". Controlar características secundárias próprias da personalidade como: impaciência, ansiedade, insegurança, nervosismo, medo, dentre outras. Isso pode ser trabalhado, e ainda bem que existem os psicólogos! Mas a essência nunca mudará. Lá no fundo nunca deixaremos de ser quem somos de verdade, crus, sem maquiagem ou disfarces, sem máscaras ou subterfúgios. 

Beijos e até mais!

Renata R. Corrêa

autora do romance "Contra todas as probabilidades" e do livro de contos "Amores e desamores" publicados de forma independente na Amazon e do romance "As coisas não são bem assim" que será lançado em breve pela editora Pandorga.

#reflexões #quemsomos #carater 


quarta-feira, 17 de maio de 2017

Resenhando "Para sempre Valentim" e "Caminhos de Afrodite" de Camila Moreira

Olá! Como vão? Acho que todos vocês já perceberam que além de escrever, eu amo ler! Sou uma leitora voraz desde que me entendo por gente! Hehehe...



Minhas mais recentes leituras, a décima sétima e décima oitava leituras do ano, foram o romance "Caminhos de Afrodite" e o romance/conto "Para sempre Valentim", da autora Camila Moreira. Vocês já devem conhecer a Camila, né! Mas para quem porventura não a conheça, Camila tem 29 anos, é goiana por nascimento e mato-grossense de coração. Formada em Direito, começou a escrever nas horas vagas no final de 2013 e já foi citada pelo jornal The Washington Post como referência da nova literatura feminina erótica brasileira. 
Eu já conhecia a Camila e os livros dela, mas ainda não tinha lido nenhum. 
Em Caminhos de Afrodite ela narra a vida de uma escritora de romances eróticos, Vanessa Sartore, em busca de inspiração para seu novo livro. Ela conhece uma mulher numa sala de bate-papo pela internet que contará a ela suas experiências e será a musa inspiradora para o romance que está sendo escrito. Camila narra história picantes, mas sua escrita não é meramente descrição de cenas de sexo. A autora tem uma forma envolvente de escrever. E essa minha impressão sobre sua escrita se confirmou ao ler Para sempre Valentim. Já fiquei emocionada logo no início do primeiro capítulo, quando Valentim conta como seus pais foram assassinados quando ainda era uma criança. É um romance curtinho, ou um conto longo, de uma escrita sensível e delicada, mas como é um livro erótico, ele contém cenas de sexo, é claro! Mas a história é tão linda que honestamente se as cenas fossem retiradas não fariam falta, o que comprova que a narrativa de Camila é muito mais que descrição de cenas quentes. Valentim é policial, e conhece Júlia após a mesma e uma amiga serem vitimas de um assalto. Eles se interessam um pelo outro logo de cara e o desenrolar da história dos dois é apaixonante! Super indico! É um livro curto e gostoso de ler que vale a pena conferir!

Beijos e até mais

Renata R. Corrêa
autora do romance "Contra todas as probabilidades" e do livro de contos "Amores e desamores", disponíveis em ebook na Amazon e do romance "As coisas não são bem assim", que será lançado em breve pela editora Pandorga.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Mantenha a mente distraída, relaxe!



Oi gente! Como estão? Vocês costumam fazer muitos planos e projetos para o futuro? Ah, eu tenho muito sonhos, planos e projetos a realizar! Sonhar nos move, mas precisamos tomar cuidado para não sofrermos desnecessariamente, pois costumamos criar expectativas em relação a tudo, principalmente em relação aos outros e aos nossos sonhos. Expectativas geram ansiedade e ilusões. De tanto imaginar, acabamos nos apaixonando pela versão que criamos das pessoas, que talvez esteja muito longe de quem elas realmente são. De tanto esperar e imaginar acabamos transformando o que era expectativa em ansiedade e o que era ansiedade em angústia e sofrimento! Há solução pra isso? A única que me parece clara e simples é relaxar! Calma! Os sonhos nos movem sim, impulsionam e dão sentido para a vida, então não podemos permitir que se transformem no oposto de tudo isso. Não transforme seus sonhos em martírios e pesadelos. Respire fundo! Ocupe a mente com algo que lhe deixe alegre e em paz, pois dizem que as coisas costumam acontecer quando mais estamos distraídos! Vale a pena tentar!

Beijos e boa sorte!

Renata R. Corrêa
autora do romance "Contra todas as probabilidades" e do livro de contos "Amores e desamores"

links para comprar os ebooks na Amazon:


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Resenhando "A escolha" de Nicholas Sparks

Oi gente! Como estão?



Minha mais recente leitura concluída, minha décima sexta leitura do ano (a décima quinta foi o livro "Escrevi um livro... E agora?" da Flávia Cunha), foi o romance "A escolha" do Nicholas Sparks. O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de Travis e Gabby. O livro tem duas partes, uma que acontece no passado, quando os dois se conhecem em 1996 e outra que se passa onze anos depois. É fácil nos apaixonarmos pelos personagens, assim como é muito fácil nos apaixonarmos pela escrita de Sparks. Gabby é uma médica estagiária em pediatria que se muda para uma cidade pequena para ficar próxima do namorado, com quem sonha se casar e constituir uma família, mas cada dia que passa ela tem mais dúvidas se esse dia realmente chegará. Logo que se muda ela conhece o vizinho Travis, o veterinário da cidade, bem sucedido e que adora aventuras e ainda não se apaixonou verdadeiramente, mas acredita ser um homem de família, embora ainda sem a família, como ele mesmo diz. A cachorra de Gabby aparece grávida e ela logo julga que foi o cão do vizinho que a engravidou e vai lá tirar satisfação, numa cena engraçadíssima, em que ela não deixa o coitado falar nada, nem ao menos se justificar, só que o cachorro de Travis é castrado e Gabby descobrirá isso de forma constrangedora, ao levar sua cadela Molly ao veterinário, quando ficará surpresa ao descobrir que o vizinho é o veterinário e envergonhada ao saber que Moby, o cachorro dele, é castrado. Gabby e Travis sentem-se atraídos um pelo outro, de uma forma inesperada e nova para ambos. Num final de semana em que o namorado dela viaja, Travis a convida para um passeio de barco com seus amigos, casados e com filhos, e sua irmã. Todas as cenas são muito bem criadas e o sentimento que vai surgindo entre eles é muito real para o leitor. Eles se apaixonam e Gabby terá que fazer uma escolha entre um futuro ao lado do homem que ela já conhece, ou ao lado de um ainda desconhecido, mas que virou seu mundo de ponta-cabeça e arrebatou seu coração. Tem um trecho no livro narrado pelo narrador, sobre o sentimento de Travis que amei: "O dia todo parecia ter sido uma espécie de dança em que se revezavam na condução, largando, segurando, girando. Ficou pensando se uma dança desse tipo poderia continuar para sempre."
Quando já estamos imaginando que o título se refere à escolha de Gabby, descobrimos que Nicholas Sparks estava apenas jogando com o leitor. Travis na verdade é quem terá de fazer uma das escolhas mais difíceis na vida de um homem. Mas não vou contar mais nada para não tirar  a graça de quem ainda não leu o livro. Só conto que  a segunda parte do livro se passa onze anos depois, com Travis e Gabby já casados e com duas filhas. Confesso que eu adoraria ter lido mais umas cem páginas sobre a vida dos dois antes da segunda parte, porque a escrita de Nicholas é simplesmente maravilhosa.
Super recomendo o livro! Lindo! De fazer chorar, emocionar e torcer a cada instante!

#nicholassparks #aescolha #romance #livros #literatura #leitura #amoler

Beijos


Renata R. Corrêa
autora do romance "Contra todas as probabilidades" e do livro de contos "Amores e desamores", ambos lançados de forma independente na Amazon e do romance "As coisas não são bem assim" que será lançado em breve pela editora Pandorga.

links para adquirir meus livros:
https://www.amazon.com.br/Contra-todas-probabilidades-Renata-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B01N67646G/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1494464568&sr=1-1&keywords=renata+r+correa

https://www.amazon.com.br/Amores-desamores-Renata-R-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B06XZX99LX/ref=sr_1_2?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1494464568&sr=1-2&keywords=renata+r+correa

terça-feira, 25 de abril de 2017

Quando tem que ser #NuncaDesistaDosSeusSonhos




Oi gente! Quem já me conhece há algum tempo ou já leu outros textos meus deve ter percebido que adoro escrever textos motivacionais. Porque acredito mesmo nas coisas que digo e acho que muitas vezes precisamos ouvir algo que nos impulsione e acalme! Nunca desista do que quer! Corra atrás, e se necessário faça algo diferente! Lute por seus sonhos, seu momento vai chegar! Quando alguma coisa tem que acontecer na vida da gente, ela acontece! Por mais improvável, absurdo, inesperado, impossível que seja, simplesmente acontece! Não sei bem em que acreditar: destino, planos traçados, força do pensamento, uma energia maior, Deus... Só sei que quando tem que ser... Pode até parecer estranho, quase mágico, mas de repente coisas vão acontecendo e a vida muda de rumo. Você muda de emprego, troca de amor, troca de casa, muda de cidade. Coisas inesperadas acontecem às vezes e você nem se dá conta. Mas tudo vai acontecendo para que o que tem que ser, seja! Simples e louco assim: o que tiver que ser, certamente será! Pode confiar! Continue fazendo o que tem que fazer. E se novidades surgirem pelo caminho, não tenha medo, lembre-se: é o universo conspirando para que seus sonhos se realizem! Vamos lá! Sem desânimo! Coloca seu melhor sorriso no rosto, tenha disposição e siga em frente!
        

Beijos e até mais

Participem do meu grupo de leitores no Facebook! Será um prazer tê-los por lá! https://www.facebook.com/groups/1632831107022211/

Renata R. Corrêa
autora do romance Contra todas as probabilidades e do livro de contos Amores e desamores

#textosmotivacionais #nuncadesistadosseussonhos #vidadeescritora
#literatura #livros

links dos livros na Amazon


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Sobre a vida - reflexões

Oi pessoal! Como vão?



Refletindo sobre a vida penso: quem disse que seria fácil? Pode até parecer que viver seja assim simples: respirar, comer, dormir e acordar, tocar a vida dia após dia. Mas isso só até surgir aquele problemão! É, daqueles que parecem impossíveis de serem solucionados. Então vem o desespero, noites em claro, uns quilinhos a mais ou a menos e mil blasfêmias e maledicências contra a vida!
Quando tudo se resolve, o que passou vira motivo de piada, chacota! O sufocante é estar dentro das situações, de fora é até engraçado! (algumas vezes... ou não...)
Logo aparecem outros problemas e tudo se repete (eterna ciranda da vida!). O interessante é como os discursos mudam com as situações: ora a vida é bela e tudo é lindo, ora é um martírio e tudo parece cinzento e os dias são todos nublados... Seria lindo se só houvessem dias de céu limpo, temperaturas amenas e belos pores do sol. Mas já ouviram aquela velha história que é preciso conhecer o que é ruim, para dar valor ao que é bom? Penso que se nunca houvessem adversidades, não saberíamos dar o devido valor às nossas conquistas e aos dias felizes.
Viver é mesmo assim: tentar ficar de pé mesmo quando se passa por um vendaval, enxergar o lado cômico das situações (ou ao menos tentar), chorar, rir, gritar (de alegria ou de raiva), seguir em frente! Pois, de algum jeito as coisas sempre se ajeitam.
Fácil não é, mas é gostoso! (“Rapadura é doce...”).

Beijos e até a próxima!

Renata R. Corrêa
Autora do romance Contra todas as probabilidades e do livro de contos Amores e desamores.

link dos livros:


#reflexoes #vida #vidadeescritora #obomdavida #sentimentos
#romance #conto
#crônica


segunda-feira, 17 de abril de 2017

Drunks - A melhor corrida do mundo




Oi pessoal! Fazia tempos que eu não lia um livro de não-ficção! Minha décima quarta leitura de lazer do ano, Drunks - a melhor corrida do mundo, do autor Marcelo Segala é um livro de não-ficção.
Nele o autor relata como uma corrida maluca regada a cerveja mudou sua vida! Dá para acreditar nisso? Será que corrida de rua e cerveja combinam? Essa improvável corrida acontece de verdade, na cidade do Rio de Janeiro há alguns anos. Marcelo participou da primeira edição e após passou a organizar o evento. Há pouco tempo lançou um livro contando suas peripécias. O livro narrado de forma coloquial e bastante divertida, conta como foi participar e depois passar a organizar essa corrida de rua que, ao invés de água para hidratação, oferece cerveja aos seus participantes. Muito mais importante do que vencer essa corrida , é participar dela! Marcelo conta sobre as amizades feitas e sobre o espírito de confraternização que a corrida tem. Alguns capítulos são narrados pelo escritor e participante assíduo do evento, Wilian Cruz. Mais que apenas um relato de uma história interessante, o livro trás reflexões sobre como é possível mudar um estilo de vida e fazer atividade física de forma prazerosa e divertida. Vale a pena conferir essa leitura!

Um abraço

Renata R. Corrêa
autora do romance "Contra todas as probabilidades" e do livro de contos "Amores e desamores".

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Amores e desamores - contos

Oi gente! Como vão?




Lancei há poucos dias meu segundo livro, desta vez um livro de contos, intitulado "Amores e desamores". Nele conto onze histórias fictícias curtas de amores que deram certo e de outros que não terminaram bem. A narrativa é leve e procurei retratar situações que podem acontecer em fases diferentes da vida, desde o primeiro amor na adolescência, até amores na vida adulta. Para quem já conhece minha escrita perceberá que mais uma vez escrevo de forma delicada, pois este é meu estilo, não costumo ser nem melosa demais nem melodramática e trato os assuntos narrados com sensibilidade. Espero que gostem da leitura. O livro está disponível em e-book na Amazon por apenas R$3,09. 
Beijos e até breve!

Participem do meu grupo de leitores no Facebook! 

link para compra do e-book: https://www.amazon.com.br/Amores-desamores-Renata-R-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B06XZX99LX/ref=sr_1_3?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1491872945&sr=1-3&keywords=amores+e+desamores

#contos
#livros
#literatura
#ebook
#amazonbr
#renatarcorrea
#amoresedesamores

sábado, 1 de abril de 2017

Resenhando "Amor à prova de beijos" da autora Liliana Mathias

Oi pessoal! Sou a escritora Renata R. Corrêa. Escrevo romances e contos. Meu primeiro livro, o romance "Contra todas as probabilidades" foi publicado de forma independente na Amazon, em ebook, e fiz uma pequena tiragem dele impressa. Quem interessar pode adquirir diretamente comigo, é só me enviar um email para correiodare@yahoo.com.br que explico direitinho.
Sou uma apaixonada por histórias! Adoro contá-las, mas também adoro lê-las!
Concluí minha décima terceira leitura de lazer deste ano, o Chick Lit Amor à prova de beijos, da autora Liliana Mathias. Confiram minhas impressões sobre ele!



Como todo chick lit, o livro é super divertido! Amor à prova de beijos narra a história de Alice, uma psicóloga que só pensa em trabalho e tem um namorado ausente. Mas as coisas mudam, quando um velho abacateiro de Alice tomba em seu quintal depois de uma chuva. Foi preciso chamar os bombeiros para removerem o tronco caído da árvore, que fez estragos na casa vizinha. O que Alice não esperava, era que um bombeiro super gato chamaria tanto a sua atenção a ponto de passar a ter sonhos, digamos "calientes", com ele. O fato mexeu profundamente com ela, fazendo-a perceber que na verdade não amava mais seu namorado/noivo e que era melhor terminar tudo e refazer sua vida. Ela, que foi preparada para fazer uma surpresa para o cafajeste, acabou sendo surpreendida, ao pegá-lo na cama com sua vizinha. 
Depois de colocar um ponto final naquela relação, Alice percebe que está mais do que na hora de tirar umas férias, e viaja com sua melhor amiga para um resort em Natal-RN. Com uma ajudinha do destino, ou não, Alice encontra Rafael, o "seu" bombeiro lá na praia. E depois de beber algumas doses a mais de tequila, ela, que é portadora de transtorno dissociativo de identidade, ou dupla personalidade, deixa sua "alter" se manifestar, a "Malu", uma versão bem mais saidinha e ousada que Alice. Malu não perde tempo e ao ver Rafael, se joga em seus braços. No dia seguinte, sem se lembrar de nada, Alice acorda ao lado do bombeiro na sua cama no quarto do hotel. Assustada e confusa ela acaba magoando o rapaz, que vai embora, deixando-a sozinha. Depois de muita confusão os dois acabam se entendendo! A história é leve e divertida e a escrita da Liliana é ágil e fuida! Adorei e recomendo! Para quem nunca leu um Chick lit, Amor à prova de beijos é uma ótima pedida!


Link do ebook na Amazon


Beijos

Renata

PS: participem do meu grupo de leitores do Facebook!
https://www.facebook.com/groups/1632831107022211/


#livros
#literatura
#comediaromantica
#chicklit
#amoraprovadebeijos

quarta-feira, 29 de março de 2017

Chick lit - diversão garantida!

Olá pessoal! Como vão? Sou a escritora Renata R. Corrêa e hoje quero falar para vocês sobre um gênero literário que existe há muitos anos em outros países, mas há pouco tempo vem sendo produzido no Brasil: o Chick lit



A literatura Chick lit é voltada para o público feminino e a idade não importa. Existem Chick lits escritos para adolescentes, jovens e até mesmo para mulheres maduras. Apesar de muitas vezes ser confundido com um romance, o gênero não é um subgênero do romance e a temática não necessariamente precisa envolver o romance entre um casal, mas uma coisa é típica do Chick lit: a personagem central é sempre uma mulher e a escrita é leve e muito bem humorada! Sem grandes pretensões, o chick lit tem o intuito de entreter e os enredos costumam ser ágeis e realmente engraçados. A linguagem é bem informal, algo como se a leitora estivesse ouvindo sua melhor amiga lhe confidenciando segredos, ou se estivesse lendo o diário de outra garota ou mulher. As capas costumam ser bem coloridas e muitas vezes em tons de vermelho e rosa, deixando claro que o livro é voltado para o público feminino. Depois de ler um Chick lit, você reconhecerá outro a quilômetros de distância e uma coisa posso dizer, a leitura será diversão garantida!
Conheçam!

Beijos e até mais!

Renata

PS: participem do meu grupo de leitores do Facebook!
https://www.facebook.com/groups/1632831107022211/

#livros
#chicklit
#humor
#literaturafeminina

Deixe seu comentário usando o facebook!