sábado, 4 de março de 2017

Vinte e poucos anos #romancesnewadult

Olá! Como vão vocês? Meu nome é Renata R. Corrêa, para quem ainda não me conhece, sou escritora, escrevo romances New adult, mas também já escrevi e ainda escrevo outros gêneros como contos e crônicas e já escrevi poesias. Já tive um conto publicado para uma antologia da Editora Illuminare, chamada "Eu, você e o amor" e três poemas publicados para uma antologia da Editora Darda, o livro "Ondas poéticas". No final de 2016 lancei meu primeiro livro solo, de forma independente, o romance "Contra todas as probabilidades", inicialmente lançado apenas em ebook, mas acabei mandando fazer uma edição impressa dele, limitada, também de forma independente.
Vou deixar o link do ebook aqui para quem interessar. E se quiserem comprar o livro impresso é só me mandar um email para correiodare@yahoo.com.br.
https://www.amazon.com.br/Contra-todas-probabilidades-Renata-Corr%C3%AAa-ebook/dp/B01N67646G/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1488679744&sr=1-1&keywords=contra+todas+as+probabilidades
Até o final deste primeiro semestre de 2017 será lançado meu segundo romance "As coisas não são bem assim" pela Editora Pandorga.


Imagem by canva.com


Quando um autor começa a escrever, umas das principais coisas que ele tem que ter em mente é para quem está escrevendo, ou seja, qual o seu público alvo. Como disse acima, eu escrevo para o público New adult, mas vocês sabem quem são essas pessoas? O mercado editorial categoriza os livros e os leitores por faixas etárias,  justamente para facilitar as ações de divulgação e estratégias de venda, etc. Até bem pouco tempo atrás tínhamos os livros infantis, juvenis e os adultos. Depois surgiu a categoria Young adult, nesta categoria a faixa etária vai dos 14 aos 20 e poucos anos. A categoria adulto geralmente é voltada para pessoas que já entraram na casa dos 30 anos ou mais, porque os temas abordados geralmente interessam à pessoas dessa idade. Mas acabava que existia uma lacuna, uma faixa etária intermediária entre o Young Adult e o Adulto que não era muito trabalhada. Então em 2013 essa nova categoria surgiu no Brasil e hoje muitos livros são voltados para essa faixa etária que estaria entre os 16 e os 30 e poucos anos. É claro que um livro New adult pode ser lido por pessoas mais velhas que isso, mas é que os temas abordados são de maior interesse dessa faixa etária, principalmente entre os vinte e poucos anos: o primeiro amor sério, a primeira transa, a faculdade, o primeiro emprego, casamento, filhos, perspectiva de futuro, essas coisas. Eu adoro essa categoria, por isso escolhi esse público! Eu também já tive 20 e poucos anos e me lembro de cada angústia, de cada sofrimento, e cada vitória e alegria dessa fase da vida. Em meus livros sempre procuro passar uma mensagem de esperança, porque acho que é o que mais precisamos quando temos essa idade. Entender que por mais difíceis e esquisitas que as coisas estejam, que vai melhorar! Que os medos passam! As angústias vão dando lugar para as realizações, que vão acontecendo natural e gradualmente. Não precisa desespero, muito menos medo em relação ao futuro. Vejo muitos jovens ansiosos em relação à chegada na casa dos 30 anos, mesmo aqueles que ainda nem entraram na casa dos 20 parecem temer a vida adulta. Não precisa ter medo! As coisas se ajeitarão! A dor de um amor fracassado dará espaço para um novo amor. A angústia da escolha de qual faculdade cursar, dará lugar para a comemoração da formatura e do primeiro emprego! É assim pra todo mundo! As histórias de vida são muito parecidas, muda-se o drama, a trama e os personagens, mas no fundo elas sempre têm algo de semelhante. E a vida vai imitando a arte, na mesma medida que a arte imita a vida!

Um grande abraço e até mais!

#vinteepoucosanos
#newadult
#vidadeescritora
#livros
#romances
#escritor
#escritora
#drama
#amor
#contratodasasprobabilidades
#ascoisasnãosãobemassim



Deixe seu comentário usando o facebook!