terça-feira, 21 de julho de 2015

Cada escolha é uma renúncia

Oi gente!



Estive aqui pensando: toda vez que fazemos uma escolha, renunciamos a algo. Nem sempre é fácil escolher! Quase nunca o é! Às vezes nos perguntamos se a decisão que estamos tomando é a certa, mas em que parâmetro estamos nos baseando para questionar o que é certo e o que é errado? O certo e o errado em tantas ocasiões é tão relativo! Difícil mesmo é enfrentarmos a decisão que tomamos. Convivermos com ela sem ficar imaginando como seria se a escolha tivesse sido outra. Fiz muito tempo de terapia e eu conversava com minha psicóloga e costumava dizer que só ficaria menos ansiosa em relação ao futuro e às minhas decisões se pudesse dar uma olhadinha lá na frente! Se eu tivesse uma bola de cristal que me mostrasse as consequências da minha escolha, talvez fosse mais fácil me decidir. Mas não temos bola de cristal! E temos que aprender a lidar com nossas escolhas e aceitar as nossas renúncias. Acredito que sempre que tomamos uma decisão, pensamos que estamos escolhendo o melhor, o que dará mais certo ou nos fará mais feliz, mas não tem como ter certeza. É preciso experimentar! Só saberemos o que irá acontecer a partir do momento que decidirmos por um caminho. E acredito que podemos nos arrepender e querer voltar atrás, lá na encruzilhada, e pegar um caminho diferente. É como se tivéssemos caminhando por uma estrada e de repente nos deparássemos com uma bifurcação. Não conhecemos os caminhos adiante, não temos mapa, precisamos escolher. Mas como saber qual o caminho certo, qual o mais curto, o mais agradável, o com menos percalços? Não tem jeito! Só tentando! Acredito muito na intuição. Sabe aqueles momentos cruciais em que precisamos nos decidir entre duas ou mais opções e parece que no fundo a gente sabe qual a mais acertada? É isto: intuição! É meio louco mesmo! Mas tem horas que precisamos confiar mais em nós mesmos e na nossa fé! Eu respeito todas as religiões, e apesar de não ser muito praticante, sou católica. Dia desses assisti a uma entrevista com o Padre Marcelo Rossi e achei lindo o que ele disse, de forma tão simples: "Ter fé é pedir e acreditar que irá acontecer. É rezar para chover e antes de sair de casa, pegar o guarda-chuva.". Não é lindo isso? Se desejamos tanto que coisas boas nos aconteçam, que algo em especial aconteça, e rezamos e pedimos, e temos nossas conversas particulares com Deus, temos que ter um pouco de fé e acreditar que Ele nos guiará. Nossa intuição na hora de tomar decisões pode ser o destino agindo, pode ser Deus nos dando aquele empurrãozinho de que tanto precisávamos.
Mas de qualquer forma, não tem jeito: sempre que escolhermos algo estaremos automaticamente renunciando a outras coisas. Precisamos é aprender a sofrer menos com isso!

Um grande abraço!

Deixe seu comentário usando o facebook!