terça-feira, 28 de julho de 2015

Nadar, nadar e morrer na praia, jamais!

Fala galera linda!



Às vezes queremos tanto algo, lutamos tanto por aquilo, passamos por tantas dificuldades, por um longo e árduo caminho e acabamos desistindo de tudo quando estávamos quase conseguindo! Nadar, nadar para depois morrer na praia é terrível! Então, quando as forças parecerem se esgotar, lembre-se de que a realização está mais próxima do que você imagina! Não desista! Muitas vezes quase podemos tocar o que queremos, mas acabamos, na verdade, empurrando o sonho com as pontinhas dos nossos dedos para mais longe. Mas ele está ali, a alguns passos, mesmo que tenha saído de nosso campo de visão. Não é fácil persistir. Escrevo tanto sobre isso... Eu mesma muitas vezes desacreditei que certas coisas fossem me acontecer, eu queria tanto, eu fazia tudo que era preciso e nada, mas de repente, quando eu já parecia nem acreditar mais, acontecia! E tem sido assim a minha vida toda! Em diversas situações! Então, não desistam! Os sonhos acontecem para quem sonha e não desiste! A diferença entre o perdedor e o vencedor é a persistência!
Ah! Recebi os livros da Editora Illuminare, da Antologia de contos "Eu, você e o amor", da qual faço parte com meu conto "Era inevitavelmente amor". Quem quiser ter um exemplar ainda dá tempo de comprar pelo site da editora ou comprar o ebook pelo Amazon. Vou deixar os links abaixo!

contato@editorailluminare.com.br

http://www.amazon.com.br/Eu-Voc%EA-Amor-Contos-Apaixonados-ebook/dp/B010W6P0AQ/ref=sr_1_5?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1436035555&sr=1-5&keywords=E



Beijos!

Deixe seu comentário usando o facebook!