quinta-feira, 2 de julho de 2015

E se eu não fosse eu?

Olá! Você já se fez esta pergunta: "E se eu não fosse eu?" Ontem eu me fiz essa pergunta...



Se eu não fosse eu, provavelmente sofreria menos por pequenas coisas, talvez não fosse tão ansiosa (porque pode não parecer, mas sou!), não perderia tantas noites de sono e não viveria tão cansada. Porque se eu não fosse eu, gostaria de ter mais tempo livre e só fazer as coisas de que verdadeiramente gosto. Seria mais culta. Falaria mais línguas e saberia dançar como ninguém (adoro, dançar, já fiz aula de dança de salão, mas gostaria de dançar como uma bailarina, uma dançarina de jazz ou de sapateado!). Se eu não fosse eu, viajaria mais e me aventuraria mais e não teria medo de altura só para poder pular de bungee jump! Talvez fosse um pouco mais alta e quem sabe mais bonita,  tivesse uma barriga sarada (ainda tenho esse projeto), porque penso que deve ser bom ser uma mulher linda! Se eu não fosse eu, talvez fosse rica e não precisasse de trabalhar e pudesse fazer muita caridade e participar de diversas ONGs. Talvez eu viajasse o mundo lutando por causas sociais!
Ah, se eu não fosse eu, seria menos chorona e melodramática, ser assim me deixa em situações embaraçosas às vezes... Provavelmente seria mais durona e saberia lutar, como os heróis dos filmes!
Se eu não fosse eu, poderia ser muito legal e divertido, mas provavelmente eu não teria a família que tenho e os mesmos amigos, e talvez nem gostasse de escrever! O que seria de mim sem o gosto pela escrita? Bem, acho melhor me conformar com quem eu sou! E ainda tenho o recurso de de vez em quando me transportar em minha mente para meu mundo imaginário e lá posso ser quem eu quiser, e na hora que me cansar é só voltar para a realidade!

De volta à realidade em 1, 2, 3!

PS: a segunda parte do capítulo sete do meu romance "As coisas não são bem assim - sobre a vida e o amor" já está postada no wattpad! Não percam! Para ler é só clicar no link abaixo:
http://www.wattpad.com/144214947-as-coisas-n%C3%A3o-s%C3%A3o-bem-assim-sobre-a-vida-e-o-amor

Deixe seu comentário usando o facebook!