segunda-feira, 6 de abril de 2015

"Como eu era antes de você" - Jojo Moyes

Bom dia! Como passaram o feriadão e a Páscoa? Espero que bem e ao lado de pessoas que gostem!

Hoje meu assunto não poderia ser outro! Sábado comecei a ler o livro "Como eu era antes de você" da autora britânica Jojo Moyes e pensei que seria a minha leitura da semana, mas o livro é viciante e o li em apenas dois dias! Compartilharei agora minhas emoções e opiniões sobre ele com vocês:


"Como eu era antes de você" é um drama, mas escrito de forma tão real, tão profunda, tão humana e às vezes até engraçada, que a gente se apaixona logo nas primeiras páginas! Narrado em primeira pessoa por Louisa Clark (Lou). No início conhecemos Willian Traynor (Will), um jovem rico, bonito, bem sucedido profissionalmente, esportista e aventureiro que sofre um acidente, atropelado por uma moto, tendo uma lesão importante de medula, ficando tetraplégico. A seguir conhecemos Lou uma menina que mora numa pequena cidade na Inglaterra, que tem como única atração um castelo. Ela tem 26 anos, namora há alguns anos com Patrick, um relacionamento sem muita empolgação, como se ambos tivessem se acostumado um com o outro. Trabalha numa lanchonete que fecha e se vê a procura de emprego. Sem muitas qualificações e numa cidade com poucas oportunidades, ela aceita o emprego de cuidadora de Will e logo descobre que na verdade foi contratada para vigiá-lo, pois ele já havia tentado se matar, cortando o pulso da mão que tem um pequeno movimento, fincando-a num prego aparente num móvel da casa e movimentando a cadeira de rodas para frente e para trás. A mãe de Will, Camilla Traynor, acaba revelando um dia, após Lou ouvir uma conversa suspeita entre ela e a filha, que Will pretende cometer eutanásia, ou suicídio assistido numa clínica na Suíça. A senhora Traynor conta que fizeram um acordo para ele aguardar seis meses, pois tem a esperança de convencê-lo a mudar de ideia nesse tempo. Lou fica revoltada no início, pede demissão, mas depois muda de opinião, após uma conversa com sua irmã, e decide que fará de tudo para alegrar a vida de Will nesse tempo e tentará mostrar a ele, que mesmo apesar das suas limitações, viver ainda vale a pena. As aventuras que ela propõe acabam sendo cômicas, como uma tentativa de levá-lo a uma hípica para assistir a uma corrida de cavalos. A cadeira de rodas fica atolada, sendo Will carregado por um bando de militares bêbados e depois de ficar furioso, revela que odeia cavalos! As próximas tentativas são um pouco mais bem sucedidas, eles vão assistir a um concerto, Lou ama, ela nunca tinha assistido a um, e as coisas começam a melhorar entre os dois. Aos poucos Will, que no início se mostra fechado, rude, impaciente e arrogante com Lou, vai cedendo à aproximação dela e não fica difícil prever que nascerá um amor entre os dois. A história é linda! Will passa a questionar a vidinha medíocre e sem expectativas e emoções que Lou leva e a instiga diariamente a aprender coisas novas. Eles vão ficando amigos e acabei me lembrando do lindo filme francês "Os intocáveis". Lou termina o namoro com Patrick ao perceber que está apaixonada por Will, e faltando poucas semanas para completar os seis meses ela planeja uma viagem maravilhosa que precisa ser alterada por conta de uma pneumonia, mas acaba sendo ainda melhor que pensou que seria! Ela o leva para um resort cinco estrelas numa praia paradisíaca nas Ilhas Maurício (que é um país pertencente à África). No último dia de viagem, depois de ter bebido alguns drinks, Lou se declara a Will e beija-lhe a boca, mas fica arrasada ao ouvir que o amor dela não basta para fazê-lo declinar da decisão de se matar. A gente se envolve, ri, emociona e chora com a história dos dois. O que acontece no final, vocês só saberão lendo! Leiam! O livro é lindo, viciante, maravilhoso, angustiante, desafiador, provocante e reflexivo! 

Um beijo e até a próxima!

#comoeueraantesdevocê #jojomoyes

Deixe seu comentário usando o facebook!