sábado, 4 de abril de 2015

Quando a tua boca alcança a minha (nosso amor tem gosto de mel) - Renata R. Corrêa

Bom dia!!! Como estão? Espero que estejam bem e que consigam descansar um pouco neste feriado que deixou o final de semana mais comprido!

Estava com saudades de escrever poemas por aqui! Então, para matar a saudade, hoje escrevo para vocês o poema "Quando a tua boca alcança a minha (nosso amor tem gosto de mel)", espero que gostem! Um grande beijo!

Quando a tua boca alcança a minha (nosso amor tem gosto de mel)

Renata dos Reis Corrêa

Quando a tua boca alcança a minha, o teu corpo provoca o meu.
Em um êxtase nossos pensamentos se perdem no tempo e espaço.
E entre arrepios, beijos e abraços, sinto me faltar o fôlego e o teu amor me eleva ao céu.
Poderíamos ser calmaria, mas temos um quê de tempestade e vendaval.
Tudo o que faço é me perder em teus braços.
E ao teu lado, todo dia descubro que o nosso amor tem mesmo gosto de mel.

Deixe seu comentário usando o facebook!