quinta-feira, 23 de abril de 2015

Fobias - Qual seu pior medo?


Olá galera linda que me acompanha! Como vão? Espero que bem!
Ontem fiquei pensando sobre nossos medos, medos não, pavores, terrores, fobias. Do quê mais vocês têm medo? Tem gente que tem medo de água, outros de barata, outros do escuro, e há aqueles que como eu, têm medo de altura!
Não sou uma pessoa medrosa. sou escandalosa! É diferente! Então em várias situações que outras pessoas demonstram medo, eu posso até gritar, mas se tiver que matar uma barata por exemplo, vou lá e mato! Mas a altura... 
Apesar de ter pânico de lugares altos, de vez em quando tento superar um pouquinho o que sinto. Já fiz tirolesa no Hot Park, em Rio Quente-GO, pulei de uma altura de 15 metros, pulei não, deixei meu corpo cair, porque não tive coragem de pular, 15 metros pode parecer pouco, a altura de um edifício de cerca de 6 andares, mas parecia que eu estava pulando para a morte. É essa a sensação que nossas fobias nos causam: sensação de morte iminente! No fatídico dia da Tirolesa no Hot Park eu já havia brincado no Half Pipe, mas fui atrás naquela boia, também fiquei com a boca seca, as mãos suando e o coração acelerado, mas nada se compara a Tirolesa. O instrutor, muito bem intencionado (anhan, sei!...) mandou que eu fosse de "aviãozinho", presa pelo tórax e de barriga para baixo. Essa é a pior posição do mundo para alguém que tem medo de altura, pois você fica com a cara virada para baixo! Chegou a formar uma torcida na parte debaixo do rio (a tirolesa é sobre o rio) para que eu pulasse logo. Acabei chegando bem na beiradinha da plataforma e deixei meu corpo cair. Eu parecia um saco de batatas caindo lá de cima, até que senti o baque da corda me segurar, ufa! Depois que me senti segura até que consegui aproveitar o momento! Não sei porque a gente insiste em desafiar nossos medos, mas fazemos isso! Em outra ocasião voltei a fazer tirolesa, em Natal-RN, mas daquela vez, espertamente, decidi ir sentada, foi bem melhor!
Meu medo de altura é algo tão aterrorizante, que se eu chegar na sacada dos últimos andares de um edifício muito alto, tenho que me concentrar em olhar para o horizonte, jamais olho para baixo, e por garantia mantenho certa distância da murada de segurança.
Na minha cidade construíram há poucos anos um viaduto muito bonito que corta duas avenidas importantes e volta e meia preciso passar por lá. Se eu virar meu rosto e olhar pela janela tenho a impressão de que vou cair com o carro lá de cima! Então procuro ir na pista do meio e não olho para o lado (já tentei olhar estando de carona, chego a ficar enjoada!). 
Já desci em tobogãs (essas coisas e tal), sinto-me apavorada e evito os mais altos, tem dado certo!
Certa vez numa viagem a Campos de Jordão, meu marido e meus amigos decidiram passear de teleférico, que lá é chamado de mini-teleférico (juro que não quero conhecer nenhum teleférico maior que aquilo!). Todo mundo estava animado, eu não podia amarelar. Fui! Quase morri de medo! O teleférico corta uma rua (e eu só pensava que se caísse de lá ou morreria da queda ou atropelada!) e depois passa pela mata, o que chegou a me dar um certo alívio porque pensei que as árvores amorteceriam minha queda! Na subida eu honestamente não consegui aproveitar a paisagem! Muito medo! Mantinha meu olhar fixo no horizonte! Fiquei com as mãos grudadas naquilo e queria matar minha amiga Gisely que insistia em virar para trás e filmar e tirar fotos! Que sufoco! na descida arrumei uma estratégia de olhar a paisagem que acabou dando certo! Enfim, minha vida convivendo com minha fobia de altura tem sido assim: divertida e dramática!
E vocês, quais foram as situações mais cômicas que já passaram por causa de suas fobias? Contem-me! Adorarei saber!

Beijos e até a próxima!

Deixe seu comentário usando o facebook!