quinta-feira, 18 de junho de 2015

Determinação, foco e fé - apresento a vocês o autor Rudy Rossi, seu trabalho e sua micro editora R.R.

Boa tarde galera mais linda deste mundo! Sim, hoje estou empolgada!



Pessoas determinadas são motivo de admiração para mim, e assim sendo, gostaria de apresentá-los a um amigo que a vida me deu o prazer de conhecer: o músico, técnico em informática e escritor Rudy Rossi. Conheci o Rudy ao entrar em um grupo do facebook do qual ele é administrador. E aos poucos conheci um pouquinho sobre ele e seu trabalho. Assim como eu, ele é um autor aspirante, mesmo já tendo escrito vários livros, ainda sonha com o sucesso na carreira literária e tem buscado conquistá-lo dia após dia. Rudy tem uma fanpage no facebook: Vivendo a literatura, entrem lá e curtam: https://www.facebook.com/vivendoaliteratura  Ele também tem um site da sua micro editora, recém lançada, acessem!

http://rossi105.wix.com/microeditorarr


Vou aproveitar para falar um pouquinho sobre seus livros. Comprei dele o livro "O mundo de Lara" e ganhei o "Como tudo aconteceu - poemas, contos e fantasias".
O mundo de Lara é uma ficção que conta a história de uma menina que deixou-se dominar por espíritos do mau, até que é resgatada através de orações e passa a trabalhar como voluntária numa ONG. Todos os livros que li do Rudy tem uma característica em comum que é justamente esse lado meio sombrio de outros mundos, demônios, devaneios e delírios, bem peculiar da escrita dele mesmo. O mundo de Lara é um livro curto, dá para ler bem rapidinho, prende a atenção e surpreende no final. Se tiverem interesse em lê-lo, podem adquirir o mesmo através do site da editora R.R. clicando no link que coloquei acima, assim como todos os outros livros do autor. O livro Como tudo aconteceu é bem fininho, composto por textos diversos, sendo que um chamou minha atenção, em especial, e peço licença ao Rudy para copiá-lo aqui para vocês:

Chuvas de chumbo

Nunca pensei que um dia eu poderia aos poucos me envolver no seu mundo. Visualizei tanta pobreza e tantas destruições causadas por conflitos religiosos e políticos. Dentro de mim surgiam pensamentos tão confusos. Eu queria poder estar com você, mas isso não era possível. Não conseguia entender como poderia viver com tanta beleza em meio a tanta pobreza. Meus dias ficaram tristes ao visualizar tantas imagens de destruição. Não pude deixar de me envolver... Você já estava fazendo parte de minha vida. Quantas vezes tentei tirar você deste abismo, mas você preferiu continuar assim. Hoje vejo apenas o teu olhar estampado em imagens nas redes sociais. Vejo imagens de destruição e fico a imaginar... Como pode viver tão longe dos princípios de Deus e da paz? Seus dias parecem ser conturbados e tudo que se fala é nesta chuva de chumbos. Uma chuva que parece não ter fim. Como poderei estar ao seu lado? Você pode até me amar, mas os nossos princípios são tão opostos!

PS: Estou lendo, ainda do Rudy, "Lembranças de uma vida", um romance sem censuras nem rodeios que conta a vida de um músico que se perde entre seus vícios e precisará encontrar um caminho para reconstruir sua vida. 

Leiam mais! Leiam Literatura Nacional!

Um abraço!






Deixe seu comentário usando o facebook!