sábado, 7 de fevereiro de 2015

Me ajude a chorar

Boa tarde! Como vocês estão? Espero que bem!

Estou lendo o lindo livro do Fabrício Carpinejar: "Me ajude a chorar". Para quem ainda não conhece os textos desse autor maravilhoso, super recomendo que comece já a ler qualquer coisa dele! E para quem já conhece, sugiro esta leitura gostosa, profunda e ao mesmo tempo leve que é "Me ajude a chorar". Carpinejar trata de assuntos do cotidiano com muita franqueza, com a experiência de quem já viveu muitos amores e desamores, com a sabedoria de um verdadeiro filósofo e poeta da atualidade! Sua leitura é agradabilíssima e mexe profundamente com o leitor!

Quero citar algumas passagens que simplesmente amei:

"O impossível é apenas o sobrenome do medo" - do texto "O impossível é o sobrenome do medo", pág 39.

"Não existe demônio ou santo no amor. Não existe certo ou errado, existe o amor e ponto. Este amor provisório, inconstante, inacabado e vivo. Este amor pano de prato, não toalha de mesa, mas que serve para secar a louça e as lágrimas" - do texto "O amor depois do divórcio", pág 27.

"Quando o amor para de um dos lados, o relógio intelectual morre. Não se vive desprovido de gentileza. A gentileza é o amor em movimento." - do texto "Mendigo do amor", pág 51.

"Prefiro estar acompanhado numa estrada real, ainda que penosa, a viver sozinho em minha idealização." - do texto "Mentirinhas", pág 54.

Leiam! Leiam Literatura Nacional! A leitura nos permite viajar sem sair do lugar, transporta-nos para um mundo mágico, permite-nos viver fantasias, conhecer novas palavras, refletir sobre assuntos diversos, estimula nosso cérebro,  faz com que sejamos mais inteligentes! 

Tenham um excelente final de semana!

PS: já leram meu romance "Contra todas as probabilidades"? Não? Conheçam a história de amor de Ana e Marcus aqui em minha publicações mais antigas com esse título!

Beijos!

Deixe seu comentário usando o facebook!