quinta-feira, 28 de maio de 2015

As coisas não são bem assim - continuação do capítulo quatro

Oi pessoal! Vocês estão acompanhando meu segundo romance no wattpad: "As coisas não são bem assim - sobre a vida e o amor"? Não??? Eu não acredito que estão perdendo essa linda e envolvente história de amor! Acabei de postar parte nova! Corram lá para conhecer! Boa leitura!
 Abaixo o link: 

http://www.wattpad.com/story/38741842-as-coisas-n%C3%A3o-s%C3%A3o-bem-assim-sobre-a-vida-e-o-amor

Um trechinho para aguçar a curiosidade!



...

Acordei cedo na segunda-feira e fui ao clube nadar. Saindo da piscina levei um susto ao me deparar com Henrique sentado de terno e gravata olhando para mim.
            - Bom dia! Disse ele sorrindo.
            Eu estava de touca de natação e maiô. Peguei uma toalha mais do que depressa e me enrolei nela, tirei a touca da cabeça e tentei ajeitar os cabelos.
            - Bom.dia... Respondi pausando as palavras. O que faz um advogado vestido de terno e gravata à beira da piscina numa manhã de segunda-feira?
            Ele sorriu sem mostrar os dentes.
            - Desculpe-me por ontem…
            - Mas exatamente pelo o quê você está se desculpando?
          - Eu agi como uma criança fugindo de você em minha casa... Falarmos sobre nossos dramas pessoais mexeu comigo e me assustei...
            - Imagina! Está tudo bem! Como sabia que me encontraria aqui?
            - Na verdade eu não tinha certeza que estaria aqui, mas Teresa me disse que tem o costume de vir nadar cedo nas segundas-feiras… Resolvi arriscar.
            Eu sorri.
            - Você poderia ter pedido meu telefone para ela e me ligado, não seria mais simples?
           - Não... Não estou procurando as coisas mais simples da vida... Querer encontrar-me com você já diz tudo. Somos dois sobreviventes de tragédias da vida, isso poderia ser simples? Ou ao menos será que isso poderia dar certo? Enfim, estou parecendo um louco lhe dizendo tudo isso, mas não sei bem como agir… Faz muito tempo que não me preocupo em arrumar uma namorada… Acho que perdi o jeito com as mulheres!
            Gostei de tudo que ouvi. Mesmo sem jeito algum para a coisa ele evidentemente estava me paquerando.
            - Ok… Também não sei como agir com os homens, como eu te disse ontem só tive um namorado na vida, com quem fiquei por cinco anos e agora estou sozinha há cerca de um ano… Mas se estiver disposto, acho que podemos descobrir isso juntos…
            Agora ele sorriu um sorriso aberto.
            - Gostaria de tomar um café comigo hoje à tarde?
            - Hum… Estou de plantão hoje à noite, entro as 19:00h, não vai dar...
            Ele entristeceu e resolvi logo consertar a situação.
            Mas poderíamos nos encontrar para um café amanhã, o que acha?
            - Ok! Amanhã fica ótimo! Você poderia me dar seu número de telefone e seu endereço?
            Dei meus contatos para ele e nos despedimos. Assim que ele saiu pulei de volta na piscina, sem touca mesmo!
            Eu fiquei eufórica! Henrique mexia comigo e eu estava prestes a ter um encontro amoroso. Bem, não sei se será exatamente um, mas o fato é que ele está interessado em mim e eu acho que mereço dar uma chance para a vida me apresentar um novo amor.            
            Jamais esquecerei Guilherme, da mesma forma que Henrique provavelmente jamais esquecerá Mariah, mas estamos vivos e somos jovens, quem sabe! Quem sabe...
            ...

Continuem a ler a história no wattpad! 

Deixe seu comentário usando o facebook!